sábado, 25 de outubro de 2008

Polegar opositor = Inteligência?



Ouvi dizer que feliz é o rico e que infeliz é o pobre, bobeira. Acredito que só é impossível a partir do momento que você acredita não ser mais possível. Já cheguei a acreditar no incrível e fingi não acreditar no que estava na minha frente, no que era crível. Ontem eu era um cara irresponsável, hoje eu sou qualquer coisa, menos responsável. Quando era pequeno pensava que podia tudo, que tudo era infinito, mas descobri que só o pensar não é finito.
Até hoje o perfume daquela garota, que disse que minha alegria é perturbada, é inconfundível e os odores das outras garotas que nunca me observaram afundo, são bem confundíveis ainda mais depois do comercial do O Boticário, aquele com o poema da rotina. Eu sou um mero mortal e o Deus em quem acredito é imortal, talvez devesse ter começado o texto com esse período, porém acho que Ele não liga pra isso, pelo menos Ele não disse nada, aliás, Ele nunca diz nada. Antes eu era imutável achava que se não fosse, seria uma cara sem opinião formada, agora sou mutável e sei que você só é um “sem opinião” se for constantemente “mutável inconstante”. Às vezes acho que quando agimos inconscientemente, não estamos sendo conscientes de que estamos sendo nós mesmos, isso conscientemente falando.
Quando uma pessoa se torna independente as coisas vão ficando bem mais difíceis, entretanto os jovens só percebem isso quando é tarde demais para voltarem a ser dependentes de seus pais ou responsáveis. Alguns destes mesmos jovens não percebem o quanto são imaturos e saem por ai bebendo, dirigindo em alta velocidade e correndo vários outro perigos, muitas vezes botando em risco a própria vida, e pior a vida de que realmente é maturo. Até hoje acho algumas coisas incompreensíveis, como o porquê de os direitos humanos serem tão compreensíveis com alguns lixos que vão pra cadeia. Uma coisa intolerante é ver que um homem que paga seus impostos e não tem retorno nenhum, é completamente tolerante com essa situação.

Agora depois de tantas palavras opostas gostaria de saber uma coisa, se nós Homens criados por um deus imortal, que temos o encéfalo altamente desenvolvido, polegar opositor e fechamos a mão em forma de pinça. Nós seres humanos que somos responsáveis por tanta fome, violência, morte, guerra, poluição e todos os outros substantivos que seguirem essa mesma ordem funesta, somos animais dotados de inteligência os outros animais são dotados de “teligência”?

3 comentários:

tiom tiom tim disse...

boas indagações, nosso Deus não é simplesmente imortal, somos humanos por isso corruptiveis, uns por dinheiro, outros por carinho, outros por ódio e outros são por extinto a flor da pele mesmo, continua . . . .

Lord Orc disse...

Como diria nietzsche "Humano demasiadamente Humano"

cheddar disse...

afe caa